sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Sopa Dubarry (ou sopa cremosa de couve-flor)

Nessa época do ano, tem couve-flor para todo lado!
Já fiz uma sopa de couve-flor com brócolis aqui, e agora a couve-flor vem como estrela principal desse prato.
Não sem antes contar contar uma história....

Diz a lenda que o nome do prato é uma homenagem à Madame Dubarry, a ultima amante do rei da França Louis XV, sua preferida na época. Ela morreu guilhotinada, mas deixou o nome nessa deliciosa sopa cremosa de couve-flor. 


Tenho certeza que essa sopa fará sucesso mesmo com os que não são muito fãs dessa hortaliça. A receita tem algumas variações, algumas incorporam echalotas, outras alho-poró, outras batata, outras ainda farinha de trigo ou ovo para dar a liga. Mas tudo com uma boa dose de creme de leite e noz-moscada e deixando alguns pedacinhos de couve-flor inteiros.


Vamos aos ingredientes:1 couve-flor grande picada (flores separadas dos talos e de algumas folhas que estavam bem bonitas)
1 talo de alho-poró picado  (parte branca e parte verde separadas)
1 cebola picada
2 dentes de alho picados sem a germe
1 fio de azeite
200g de creme de leite
água, o quanto baste para cozinhar a couve-flor
noz-moscada e pimenta do reino

Preparar a couve-flor, separando as flores dos talos e das folhas. Destacar com cuidado as flores, formando cachos menores. Cortar a parte branca do alho-poró, a cebola e o alho. Cozinhar os talos picados e a parte verde picada do alho-poró em água e sal. Reservar. Na mesma panela, cozinhar as flores da couve-flor.


Refogar a cebola no azeite. Quando estiver dourada, juntar o alho e deixar mais alguns minutos. Juntar o alho-poró e refogar até que fique transparente.

Juntar os talos cozidos e os pedaços de couve-flor, reservando algumas flores. Juntar a água do cozimento e deixar ferver. Bater tudo no liquidificador com o creme de leite. Voltar a mistura ao fogo, mexendo bem até ferver. Se necessário, juntar farinha de trigo para engrossar (eu não precisei), ou mais água se ficar muito ralo. Acertar o sal, a pimenta do reino e juntar a noz-moscada. Na hora de servir, juntar os pedacinhos de couve-flor reservados.


Essa sopa ficou esverdeada porque eu usei a parte verde do alho-poró, o que também acentuou o seu sabor na sopa. Leve, porque eu não usei muito creme de leite para a quantidade de sopa e bem nutritiva.
Receita aprovada!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...