quinta-feira, 7 de março de 2013

Risoto de arroz vermelho com ricota

Hoje eu vou mostrar um risoto diferente. Um risoto que usa o arroz vermelho ao invés do arroz branco.



Não se trata de um arroz qualquer. Esse é cheio de atributos. O sabor é amendoado e carrega notas de mel. Não bastasse esse belo apelo gastronômico, o arroz vermelho (ou Oyza sativa L.) ganha por uma considerável listinha de pontos positivos. Para começar, ele é um grão integral, ou seja, naturalmente mais nutritivo que o arroz branco.

Culturalmente, é dono de muita história: de origem asiática, chegou ao Brasil por meio dos portugueses, na época da colonização. Em meados do século XVIII, foi proibido pela Coroa portuguesa, por interesses comerciais. Os registros históricos até apontam um curioso decreto do governador do Maranhão, Joaquim de Melo e Póvoas. Na ocasião, seu uso poderia implicar nas seguintes penas: “Homens livres – um ano de cadeia e pagamento de uma multa de 100 mil réis, sendo metade destinada às obras públicas e a outra metade ao denunciante; Escravos – dois anos de calceta (argola de ferro que é fixada no tornozelo do prisioneiro e ligada à cintura por meio de corrente) com surras interpoladas nesse espaço de tempo; Índios – só dois anos de calceta”.

Tal proibição durou cerca de 120 anos e fez a variedade quase desaparecer do país. Isso só não aconteceu porque, quase que clandestinamente, algumas produções migraram para os sertões da Bahia, de Minas Gerais e da Paraíba. E hoje é em Santa Terezinha, no sertão paraibano, que está a Fazenda Tamanduá, empresa pioneira no resgate de produção da variedade ameaçada, de acordo com o Greenpeace. Corre-se o risco da liberação de sua produção transgênica e o Brasil figuraria como uma “cobaia” nesse tipo de plantação.


Fonte: Por Leticia Rocha, do Recife, na matéria A Volta do Arroz Vermelho.

O meu arroz vermelho veio da Tailândia, de uma loja de produtos orientais. Já tinha usado o mesmo arroz em casa, misturado com arroz branco. Mas eu queria algo que deve mais valor a este produto tão saboroso. Encontrei duas receitas de risoto (esta aqui e esta aqui), além da que consta na continuação da história do arroz vermelho, citada acima.

No final, não fiz nenhuma das duas. Como eu sempre faço risoto em casa, já conheço o método. Usei uma receita básica, sendo que com alho-poró ao invés da cebola, eu substituí o vinho branco pelo tinto, e usei um pouco de ricota no final, para dar cremosidade ao prato.


Ingredientes (para 4 porções):
300g de arroz vermelho
1 talo de alho-poró (parte branca) em rodelas
200mL de vinho tinto seco
3 vezes (ou um pouco mais) o volume de arroz de caldo de galinha (caseiro - ver receita aqui - ou um cubo diluído em água fervente)
um fio de azeite
100g de ricota (ou creme de ricota)

Começar refogando o alho-poró no azeite. Quando ele murchar, juntar o arroz, misturar bem até deixar os grãos bem melados no azeite. Juntar o vinho tinto, ainda no fogo alto, e misturar bem. Depois, juntar o caldo quente aos poucos, mexendo sempre, até cozinhar por completo.


O arroz vermelho demora mais para cozinhar, então talvez a quantidade de caldo precise ser aumentada para que o arroz fique cozido. Quando estiver pronto, desligar o fogo e juntar a ricota. Misturar tudo até ficar homogêneo e servir imediatamente.


Este risoto de arroz vermelho combina muito bem com um peixe fresco grelhado. Eu servi com um filé de salmão grelhado e uns fios de cenoura ralada.


11 comentários:

  1. Bom dia Kati,
    Gostei muito do post, adorei conhecer a história do arroz vermelho e de certeza foi experimentar este risoto pois é delicioso.
    Beijo,
    Vânia

    ResponderExcluir
  2. Já tinha visto arroz preto mas vermelho é a primeira vez.
    O risotto ficou uma maravilha e muito bem acompanhado.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu ja vi a venda mas nunca comprei... agora fiquei curiosa

    Beijocas

    Margarida

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante, adorei a ideia e deve ser delicioso

    ResponderExcluir
  5. Adorei o risoto...mas confesso que comeria muito desse peixinho viu...=D

    Beijinhos

    http://virandocomida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Kati, ainda não provei do arroz vermelho mas agora você me deu muita vontade de provar, gostei muito desse risoto.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Kati!
    Que refeição tão saudável a sua,uma delicia!
    Não conheço o arroz vermelho,mas quando encontrar vou experimentar!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oi Kati, nunca provei arroz vermelho, achei bem interessante a cor.Parece delicioso.
    Beijos querida.

    ResponderExcluir
  9. Olá Kati, este arroz vermelho tem uma historia bem interessante! o risotto ficou muito bom.
    beijinhos

    Mariana

    ResponderExcluir
  10. Olá, Kátia, que receita interessante! Sempre quis provar esse arroz e agora, você me convenceu..hehehe, vou experimentá-lo, sim! bjos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...